15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://eloentremundos.com 300 0

Prithmanares, Fatos e Curiosidades

0 Comentários

Tão antigas quanto o próprio universo, nem mesmo elas sabem dizer quando surgiu a primeira Prithmanare, o que se sabe é que, no início dos tempos, elas eram curiosas, e desconheciam a verdade a respeito de seus grandes poderes, acreditando que eram livres para lidar com a vida como bem entendiam.

Com o tempo, as entidades descobriram, da pior forma, que seu controle sob os seres vivos possuía certas limitações e que, ao contrário do que pensavam, não era a vida que existia por sua causa, e sim, elas existiam por causa da vida.

Após observarem as consequências das ações mais ousadas de suas irmãs, as Prithmanares descobriram a existência de três leis inquebráveis, às quais todas elas deveriam seguir caso quisessem permanecer existindo.

Para aquelas que aceitaram tais condições, milhares de anos pacíficos e prósperos se passaram, nos quais os conhecimentos foram acumulados e armazenados sob a proteção das Prithmanares anciãs. Contudo, após a era da grande epidemia, as mesmas se isolaram de todas as outras, rompendo o vínculo que permitia a suas irmãs saberem o que acontecia nos mundos antigos, levando consigo o pouco que se sabia sobre os tempos primordiais, restando para as novas gerações de Prithmanares apenas o conhecimento sobre as leis inquebráveis e o que se passara na era da grande epidemia.

LEIS INQUEBRÁVEIS DAS PRITHMANARES

1. É INADMISSÍVEL A UMA PRITHMANARE MATAR UM SER VIVO.

Ferir uma vida é ferir sua própria existência. A quebra deste princípio resultará na morte da Prithmanare e seu planeta.

2. É INCABÍVEL A UMA PRITHMANARE CONTROLAR AS AÇÕES E DECISÕES DE UM SER VIVO.

A vida deve seguir seu rumo sem interferência.

3. EM HIPÓTESE ALGUMA A PRITHMANARE PODE SAIR DE SEU MUNDO.

Tal tentativa causará instantaneamente a sua morte e de tudo que é vivo em seu planeta.

Next Post
Tratado de Terovassym
Polinari B.A.

Bióloga e escritora. Apaixonada pela natureza, histórias de fantasia, animes e jogos.

0 Comentários

Leave a Reply